Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Página Inicial Voz do Pároco Liturgia Expediente Fale Conosco
 
 
Home | História de São Braz

BREVE HISTÓRIA DE SÃO BRAZ

São Braz - "Protetor contra as doenças da garganta" e "Padroeiro dos Caçadores"

Em Latim S.Blasius, em Catalão S. Blai, em Francês S. Blaise, em Espanhol S. Blas.

S. Braz nasceu na cidade de Sebaste, na atual Armênia, nos finais do séc.III. Já depois de ter assumido a profissão de médico, sentiu o chamamento de Deus a uma consagração cristã, pelo que terá deixado a sua vida citadina e a sua própria terra indo para os montes, optando por uma modesta vida solitária de oração e de penitência.

A sua fama de santo começou a espalhar-se na comunidade de Sebaste e, quando morreu o bispo daquela cidade, todos o aclamaram como novo pastor. São Braz só aceitou a nova responsabilidade pela forte insistência dos membros da comunidade, porque desejava muito mais a vida retirada de oração e contemplação. Mesmo como bispo continuava a viver numa caverna no Monte Argeu, no meio de animais ferozes, com quem convivia, vindo somente à cidade apenas quando as obrigações de pastor o exigiam.

Na altura da perseguição aos cristãos, ordenada pelo então Imperador Licinius Lacinianus (308-324), São Braz, conhecido pela sua extrema bondade, santidade e milagres, é preso pelo anticristão Agrícola, que governava a Capadócia e a Armênia, e obrigado a adorar os deuses pagãos. Negou-se São Braz, dizendo: "não quero ser amigo dos vossos deuses, porque não quero arder eternamente com os demónios". Foi açoitado, posto no ecúleo (cavalete de tortura), submetido aos «garfos» com puas de ferro e lançado a um lago de água gelada, sendo, por fim, degolado. Decorria o ano de 316.

O corpo, recolhido pelos cristãos, terá sido colocado numa pequena igreja em Sebaste. Mais tarde, as suas relíquias foram trasladadas para a atual basílica, cuja localização recebeu o nome de Monte São Braz.

Ao longo do tempo, são testemunhados muitos gestos e milagres em favor dos mais pobres e enfermos. Um dia, sem qualquer instrumento, retirou da garganta de um menino uma espinha de peixe, salvando-lhe, assim, a vida. Por este fato, S. Braz é conhecido como protetor contra as doenças da garganta.

Também é o padroeiro dos caçadores, devido a ter sido martirizado com os «pentes» de ferro, objetos que utilizam aqueles na sua profissão. Até o século XI São Braz não entrava no calendário litúrgico romano. A partir daí, pela grande devoção que passou a ser-lhe dedicada em Roma, lhe erigiram trinta e cinco igrejas.

Figurando entre os catorze santos auxiliadores, as suas relíquias estão em Brusswick, Mainz, Lubeck, Trier e Cologne na Alemanha. Na França estão em Paray-le-Monial, em Dubrovnik na antiga Iugoslávia, Roma, Taranto e Milão em Itália.

 

 

 

 
Enviar Notícia
 
  » Agenda  
  » Horário das Missas  
  » Avisos  
Edições passadas >>
 
 
 
 
 
 
  " Considerai vossos defeitos com mais dó que indignação, com mais humildade que severidade e conservai o coração cheio de um amor brando, sossegado e terno"
São Francisco de Sales
 
 

PARÓQUIA SÃO BRAZ
Rua Antonio Escorsin, 1860
Bairro São Braz
Curitiba - PR

Fone: (41) 3024-1310

 
Projeto: Cristãos on-line   Desenvolvido por: Midia Essencial