Fone: 41 3024-1310 - Whastapp 41 9 9945-5606
O que fazer com os ramos que foram abençoados?

No domingo passado, dia 5 de abril, iniciamos a Semana Santa com o Domingo de ramos, de uma maneira a qual nunca vivenciamos, com a experiência de uma Igreja doméstica.  Com a certeza que através de nossa fé e com as orações de nossos pastores iremos sim, celebrar de uma maneira muito especial nossa Semana Maior.
No Domingo de ramos, com as orações de nossos sacerdotes, os ramos foram abençoados, e os padres rezaram: “...ABENÇOAI estes ramos, para que, seguindo com alegria o Cristo, nosso Rei, cheguemos por Ele à eterna Jerusalém...”, e os ramos se tornaram um sacramental. E seguimos, desta vez não fisicamente como de costume, mas acompanhando por meio de nossos celulares e televisões, a tão bonita procissão de Ramos, e saudamos a Cristo de nossas casas: “Hosana hei hosana há...”.
Em nossa Paróquia São Braz, os ramos abençoados foram distribuídos no domingo e também durante a semana, mas a grande pergunta é: O que devemos fazer com os ramos que foram abençoados? Os ramos que levamos para nossas casas, devem ser colocados em um lugar de destaque, junto à uma cruz que temos na parede ou no lugar onde fazemos as nossas orações. Eles irão nos lembrar do caminho que estamos fazendo diariamente até a Eterna Jerusalém, assim como nosso Senhor Jesus Cristo o fez. Os ramos que ficam na igreja serão queimados e se tornarão cinzas para serem usados na Quarta-feira de cinzas do ano seguinte.
Existem também algumas devoções populares, onde diante de uma chuva forte se queimavam os ramos que já estavam secos, pedindo a Deus para que a tempestade se acalmasse. Muitos de nossos avós, antes de fazerem suas colheitas, queimavam os ramos pedindo a benção de Deus.
E como devemos fazer quando os ramos já estão velhos, precisamos descartá-los? Como falamos, a partir do momento que os nossos ramos estão abençoados se tornam um sacramental, então temos que tomar alguns cuidados quando formos descartá-los, e isso pode ser feito de duas formas, podemos queimá-los ou até mesmo enterrá-los.
Desejo a todos uma ótima Semana Santa e, assim como Jesus fez sua entrada gloriosa em Jerusalém no Domingo de ramos, desejo que Ele também entre em nossos lares. 
Por Jefferson Fernandes, seminarista da Paróquia São Braz.

 
Indique a um amigo